Processos de Segurança

Ergonomia na Área Hospitalar

Por Paloma Pereira da Costa - 14 de novembro de 2017
Ergonomia na Área Hospitalar

A Ergonomia é o estudo da adaptação do trabalho às características fisiológicas e psicológicas do ser humano. 

O ambiente hospitalar, em destaque, é um local que apresenta uma série de riscos decorrentes, dos quais podem ser prejudiciais à saúde dos trabalhadores, pois atende pessoas (pacientes) em vários estados críticos de saúde.

De acordo com as Normas e Legislações, o item 17.1 visa estabelecer parâmetros que permitam a adaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas dos trabalhadores de modo a proporcionar um máximo de conforto, segurança e desempenho eficientes.

A Norma Regulamentadora NR-32 não traz um capítulo exclusivo para tratar dos riscos ergonômicos mas podemos encontrar diluído em outros temas e ações de prevenção relacionadas a ele.

ANVISA, ABNT e IMETRO

  • NBR 10152 da ABNT – Níveis de ruído de acordo com o estabelecido na NBR registrada no IMETRO;
  • NBR 95 da ABNT – Atender as condições de iluminação conforme as normas previstas na ABNT;
  • RDC-ANVISA 50/02 – Atender as condições de conforto térmico.

 Objetivo da Ergonomia na Área Hospitalar

No caso dos ambientes de saúde, sua atuação visa melhorar a adaptação dos insumos; ferramentas; equipamentos; estações de trabalho; processos de trabalho e a ambiência aos trabalhadores buscando, primordialmente, a segurança, produção, conforto e saúde contribuindo, assim, para a promoção da qualidade de vida.

Listamos Abaixo as Principais Adaptações que Devem ser Seguidas nos Postos de Trabalho:

– Mobiliários corretos ao trabalhador;

– Adequação térmica;

– Diminuição ou eliminação de ruídos;

– Organização (limpeza constante);

– Iluminação adequada.

Uma das principais medidas a serem tomadas pelas empresas e instituições para a melhoria da saúde do trabalhador é investir em Ergonomia e na saúde do funcionário, uma vez que, através de exercícios e métodos, há a diminuição no número de acidentes de trabalho e ausências por afastamentos.

Portanto, comprova-se que a adoção desta medidareduz o número de trabalhadores inativos por problemas de saúde e os riscos/acidentes no trabalho, garantindo a saúde e o bem estar na área de trabalho.

Com esta redução no número de ausências, os atendimentos dos pacientes serão realizados com mais qualidade. E, o mais importante:um paciente/cliente satisfeito resulta em mais recomendações e credibilidade no funcionamento de sua empresa.

Na Área Hospitalar os Riscos Expostos são:

– Químicos;

– Físicos;

– Mecânicos;

– Biológicos;

– Ergonômicos.

Como Identificar os Riscos Ergonômicos na Área Hospitalar?

Para identificar estes possíveis riscos deve-se fazer uma análise periódica dos postos de trabalho e verificar a situação real do profissional no desenvolvimento de suas atividades em sua rotina de trabalho.

AAET (Análise Ergonômica do Trabalho)

Trata-se de um documento essencial na avaliação – quantitativa e qualitativa- dos riscos ergonômicos presentes nas máquinas; equipamentos; postos de trabalho e na execução das atividades profissionais.

O PPRA(Programa de Prevenção dos Riscos Ambientais)

Trata-se de um conjunto de ações que visam a preservação da saúde e a integridade dos trabalhadores através da antecipação; reconhecimento; avaliação e consequente controle da ocorrência de riscos ambientais existentes ou que venham a existir no ambiente de trabalho, tendo em consideração a proteção do meio ambiente e dos recursos naturais.

No PPRADeve-se Incluir:

  • Levantamento dos riscos;
  • Planejamento anual com estabelecimento de metas e prioridades;
  • Cronogramas;
  • Estratégias e metodologias de ação;
  • Formas de registro, manutenção e divulgação dos dados;
  • Periodicidade e formas de avaliação do desenvolvimento do PPRA.

Através destas observações, é possível identificar os perigos dos quais os trabalhadores estão expostos em seus locais de trabalho.

Os ambientes hospitalares são considerados locais com alta concentração de perigos para a saúde de seus colaboradores. Esteja sempre atento para o cumprimento destes procedimentos e normas e bom trabalho!

 

Referências Bibliográficas:

NR-17- Ergonomia

NR-32 – Segurança e Saúde no Trabalho em Serviços de Saúde

Fonte da Imagem:

Freepick