Manutenção de Segurança

Manutenção de Frotas

Por Arthur de Souza do Nascimento - 6 de novembro de 2017
Manutenção de Frotas

Sua empresa faz uso de automóveis, seja para prestação de serviços, transporte de colaboradores ou movimentação de cargas e materiais?

Ademais, como todo equipamento com a utilização no decorrer do tempo, os veículos tendem a se desgastar quanto a determinados componentes e peças.

Componentes estes que necessitam passar por uma manutenção periódica e de prevenção, com os principais objetivos de garantir boa condição de utilização e proferir segurança ao condutor.

Mas esta manutenção pode ser considerada um assunto desgastante para a maioria das empresas, porém, se tratada com a devida atenção pode gerar redução de custos e evitar perdas de materiais e retrabalho para a organização.

Além disto, garante que sua frota esteja sempre em perfeita condição de uso.

Mas afinal como realizar este suporte?

É imprescindível que seja criado um plano de manutenção para sua frota, descriminando os critérios de periodicidade e quilometragem para a devida assistência de cada componente/peça do veículo possibilitando, assim, o controle das condições das mesmas.

Listamos abaixo, alguns dos principais componentes/peças que devem ser verificados:

  • Óleo do Motor;
  • Freios;
  • Correia Dentada;
  • Água do Radiador;
  • Velas de Ignição;
  • Filtros;
  • Pneus e Rodas;
  • Suspensão;
  • Óleo do Câmbio;
  • Bateria.

Estes componentes/peças listados, dentre outros, podem passar por 3 formas distintas de manutenção, sendo elas:

Manutenção Corretiva:

Realizada quando um componente/peça apresentar falha e necessitar ser substituído, não havendo um prazo determinado para que o erro ocorra. Geralmente custa mais caro.

Manutenção Preventiva:

Realizada de acordo com um cronograma pré-determinado e, segundo o manual do proprietário, o objetivo é evitar que ocorram estas falhas, aumentando a vida útil dos componentes dos diversos sistemas do automóvel. Reduz também os custos operacionais.

Manutenção Preditiva:

Realizada com a ajuda de equipamentos que monitoram o estado real de funcionamento dos principais componentes do veículo. Com base em dados, o equipamento apresenta um diagnóstico sobre o desgaste ou degradação.

Por fim, não existe uma forma decretada como a mais correta para realizar as manutenções, podendo-se aderir a um único tipo de provisão das citadas acima ou ainda, aderir à mescla de duas ou mais, da forma que melhor convir à empresa.

Lembre-se sempre que um bom planejamento proporciona economia de gastos com a reposição de peças e com o tempo ocioso dos veículos.

 

Referências Bibliográficas:

CTB – Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9.503)

CTBT- Curso Técnico Básico de Trânsito – Denatran

Cartilha de Direção Preventiva – Denatran

Fonte da Imagem:

Freepick