Treinamento

5 Dicas para Gestão de Treinamentos

Por Paola Brito de Paula - 5 de julho de 2017
5-dicas-para-gestao-de-treinamentos

Uma pilha de certificados em mãos e nenhuma conclusão sobre quem está treinado ou não. Se você trabalha com gestão de treinamentos e já viveu uma situação assim, estas dicas são para você!

Definir quem faz qual treinamento, montar um cronograma, mobilizar a equipe e arquivar certificados. São tantas as tarefas operacionais que envolvem a aplicação de treinamentos que é fácil se perder em meio a todas elas.

Por outro lado, a correria do dia-a-dia também é tanta que fica difícil separar tempo para organizar informações. Ter dados confiáveis, centralizados e processos bem estabelecidos irá tornar as decisões estratégicas mais simples e as rotinas operacionais mais produtivas.

Tenha certeza, cada minuto investido em estruturar um modelo de gestão vai valer a pena. E nós aqui da Prevent Work temos 5 dicas para te ajudar nesta missão!

1- Crie uma Matriz de Treinamentos

Criar uma matriz com os treinamentos necessários para cada uma das funções dentro da empresa irá facilitar a definição dos treinamentos por cada colaborador. Esta padronização evita que o indivíduo gaste tempo adquirindo um conhecimento que não vai aplicar.

2- Use Planilhas

Por mais inteligente que você seja, é difícil guardar na memória tantos nomes, lugares, treinamentos e datas. Mesmo que consiga este grande feito, é provável que não seja o único a precisar destas informações.
Se é importante para o seu time ter um controle dos treinamentos aplicados, use e abuse das planilhas. Registre os treinamentos planejados por cada colaborador alinhados às datas em que foram realizados. Só assim, vai poder deixar de lado as pilhas de certificados.

3- Fique Atento ao Vencimento

Muitos treinamentos, como os de Segurança do Trabalho por exemplo,devem ser reciclados após um certo período de tempo. Por isso, vale a pena inserir em sua planilha de controle uma coluna de vencimentos. Com esta informação em mãos, fica muito mais fácil definir um cronograma.

4- Utilize Tabelas Dinâmicas

Tabelas dinâmicas são ótimos recursos a nível de gestão. Todos aqueles relatórios que demorariam horas para serem extraídos contabilizando certificados, podem ser gerados com apenas alguns cliques.

5- Faça a Validação de Dados

Uma das boas práticas na construção de planilhas é a validação de dados. Sem isso, um pequeno erro, como a falta de um acento em alguma palavra, pode comprometer a confiabilidade dos relatórios gerados.

E aí, estas dicas foram úteis para você? Deixe aqui seu comentário e compartilhe conosco os seus desafios de gestão!

Fonte da Imagem: Freepick

Gostou deste post? Então deixe um comentário, compartilhe com a gente e com os nossos demais leitores, a sua opinião e as suas ideias sobre o assunto!