Segurança do Trabalho

Abelhas e seus Riscos

Por Diogo de Souza Metello - 1 de novembro de 2017
abelhas-e-seus-riscos

Você já foi ferroado por abelhas selvagens? É alérgico ou não sabe?

Pois bem, o índice de ataque com abelhas em trabalhadores nas áreas rurais é bastante elevado, sendo assim, é indispensável aprendermos mais sobre este assunto.

As abelhas pertencem a ordem dos Himenópteros, da qual também fazem parte as formigas e as vespas.

Existem abelhas de muitas espécies mas nem todas são sociais, ou seja, nem todas vivem em colônias.
Ao contrário do que se pensa, a maioria se compõe de abelhas solitárias que constroem seu ninho em ocos de árvores ou embaixo da terra.

Já as abelhas sociais vivem juntas em grandes colônias de indivíduos e seus ninhos são chamados colmeias.

Trate as abelhas como você faria com qualquer outro animal venenoso.

Esteja sempre alerta e  afaste-se!  Você consegue  imaginar o desespero de um trabalhador ao ser atacado por um enxame?

No Brasil, já foram relatados casos de pessoas atendidas em hospital com mais de 500 picadas de abelhas.

Estas picadas causam diferentes reações em cada indivíduo. Caso você seja picado por mais de 10 abelhas ou se sentir quaisquer sintomas como de dor e inflamação nos locais das picadas, procure um médico imediatamente.

Enquanto em uma determinada pessoa a picada pode provocar dor e inchaço, em outras pode desencadear um choque anafilático, com parada cardíaca e até mesmo a morte no caso de pessoas alérgicas.

Conheça os Hábitos das Abelhas

Os tipos mais comuns de abelhas são as “africanas” e as “europeias”.

As abelhas africanas são muito parecidas com as abelhas europeias e são utilizadas como polinizadoras na agricultura e para produção de mel.

Os dois tipos possuem a mesma aparência e, em muitos aspectos, o comportamento é similar.

Nenhuma das duas espécies tendem a picar quando retiram néctar e pólen das flores mas no caso de serem provocadas ou se sentirem ameaçadas, ambas o farão para defender-se.

Um enxame em voo ou descansando momentaneamente raramente molesta as pessoas ao redor mas, sem dúvida, todas as abelhas tornam-se defensivas quando se estabelecem para formar uma colmeia e começam a reproduzir-se.

Características das Abelhas Africanas

  • Respondem rapidamente e atacam em enxames;
  • Sentem-se ameaçadas por pessoas e animais a menos de 15 m da colmeia;
  • Sentem vibrações no ar até uma distância de aproximadamente 30 m da colmeia;
  • Perseguem os intrusos por cerca de 400 m ou até mais;
  • Estabelecem colmeias em cavidades pequenas e em áreas protegidas, tais como: caixas; latas e baldes vazios; carros abandonados; madeira empilhada; moirões de cercas; galhos e ocos de árvores; garagens; muros e telhados, dentre outros locais descuidados e expostos.

Cuidados Gerais Para Evitar Picadas de Abelhas

  • Use roupas claras pois as escuras as atraem;
  • Não use perfume, sabonete, loção pós-barba e spray fixador para cabelo;
  • Evite movimentos bruscos e excessivos quando próximo à colmeia;
  • Não grite: as abelhas são atraídas por ruídos, principalmente os agudos;
  • Evite operar qualquer máquina barulhenta próximo à colmeia;
  • Preste atenção ao zumbido característico de um enxame;
  • Tenha cuidado ao entrar em possíveis locais que possam abrigar uma colmeia;
  • Examine a área de trabalho antes de usar equipamentos motorizados;
  • Para remover colmeias chame os bombeiros, um apicultor ou uma empresa especializada;
  • Confira com um médico sobre Primeiros Socorros e os devidos procedimentos no caso do indivíduo ser alérgico;
  • Observe se há movimento constante de abelhas entrando ou saindo do mesmo lugar.

Como regra geral, mantenha-se afastado de todo enxame ou colmeia.

Se encontrar alguma, afaste-se imediatamente. Ao correr proteja, principalmente, o rosto e os olhos.

Refugie-se em um carro ou uma casa. A água (mergulhar no rio) e a vegetação densa não oferecem proteção suficiente. Não fique parado e nem trate de sacudir-se ou afugentá-las: os movimentos rápidos e os sons agudos atraem as picadas.

Ao ser atacado, se você não tiver um pano (lenço ou toalha, por exemplo) para cobrir a cabeça, faça-o com a própria camisa. As picadas nas costas e no peito que você deverá levar serão menos graves do que as que ocorreriam na área do rosto.

Uma medida preventiva recomendável é levar sempre no bolso um capuz de pano ou de tela de mosquiteiro para os trabalhos em áreas rurais.

O Que Fazer Após Ter Sido Atacado por um Enxame de Abelhas

Os efeitos das picadas de abelhas variam de intensidade, de acordo com o número de ferroadas e da sensibilidade do indivíduo ao veneno.

Quando perturbadas, as abelhas emitem um feromônio de alarme e altas concentrações são depositadas com o ferrão no local da picada.

Uma só abelha pode armazenar 0,1 mg de veneno e até 500 ferroadas (ou bem menos se a pessoa for alérgica) podem ameaçar a vida de um adulto.

O veneno contém diversos componentes. Os de princípio mais ativo são: histamina, melitina e duas enzimas: hialuronidase e fosfolipase.

O veneno apresenta 3 efeitos no organismo:
a) neurotóxico: atua no sistema nervoso;
b) hemorrágico: aumenta a permeabilidade dos capilares sanguíneos;
c) hemolítico: destrói os glóbulos vermelhos do sangue.

Como o Veneno se Manifesta

  • Forte dor, nos primeiros 2 a 3 minutos, proporcional ao número de picadas e conforme o local do corpo;
  • Inchação acentuada, de acordo com o local do corpo atingido;
  • Vermelhidão no local atingido;
  • Coceira local ou generalizada (nas pessoas alérgicas);
  • Aumento da temperatura corporal, principalmente no local da picada;
  • Falta de ar;
  • Os lábios adquirem cor azulada (em casos de alergia).

Primeiros Socorros

Uma pessoa alérgica vai apresentar os primeiros sintomas 3 a 4 minutos após receber a(s) picada(s), tais como: dificuldade para respirar, pele avermelhada e até desmaio.

Nestes casos, o melhor é não tentar atender em casa e levá-la o quanto antes ao hospital para receber os primeiros socorros.

E lembre-se sempre de analisar bem ao redor de onde será realizado o trabalho. Abelhas podem causar a morte!

 

Referências Bibliográficas:

NR-31 – Segurança e Saúde no Trabalho na Agricultura, Pecuária Silvicultura, Exploração Florestal e Aquicultura

NR-31.5.1.3.10 – Em casos de acidentes com animais peçonhentos e procedimentos de primeiros socorros

NR-31.7.20.1 – O empregador rural ou equiparado deverá promover treinamento em segurança e saúde no trabalho na área rural

 

Fonte da Imagem:

Freepick

Gostou deste post? Então deixe um comentário, compartilhe com a gente e com os nossos demais leitores, a sua opinião e as suas ideias sobre o assunto!