Segurança do Trabalho

Acidentes com Serpentes Peçonhentas

Por Anderson Lacerda - 20 de novembro de 2017
acidentes-com-serpentes-peconhetas

São conhecidos como animais peçonhentos todos os que possuem veneno e que podem inoculá-lo, prejudicando a saúde de trabalhadores que atuam em determinadas atividades que envolvam estes riscos e, em casos específicos, podem levar à morte.

Entre os animais peçonhentos mais perigosos estão as serpentes.

 As serpentes peçonhentas são responsáveis por muitos acidentes em nosso país. De acordo com a quantidade de veneno introduzido pode matar ou incapacitar o acidentado, quando não socorrido em tempo hábil e tratado de forma correta com a aplicação dos soros apropriados.

As vítimas mais comuns são os trabalhadores rurais porém, ultimamente já foram constatados muitos acidentes deste tipo em meios urbanos e industriais.

Seguindo algumas dicas importantes de medidas de proteção estes acidentes podem ser evitados.

Imprescindivelmente, o trabalhador deve sempre usar botas de cano alto ou botinas com perneiras, bem como luvas de raspa de couro ou mangas de proteção nas atividades que ofereçam riscos para as pernas, os braços e as mãos.

É muito importante saber que o uso de botas pode evitar até 80% dos acidentes. Já o uso de sapatos comuns pode evitar apenas 30% dos acidentes.

Para evitar a presença de serpentes próximas ao seu local de trabalho é importante realizar a limpeza das áreas ao redor, eliminando montes de entulhos, acúmulos de lixos e de alimentos.

Com esta medida simples e prevencionista, evita-se a aproximação de ratos que são alimentos das serpentes.

Sempre que for realizar trabalhos em buracos, vãos de pedras, ocos de troncos ou caminhar pelos campos, use um pedaço de pau ou graveto. Eles ajudam a evitar acidentes.

Outra dica importante: não se deve segurar as serpentes com as mãos. Mesmo quando mortas, suas presas continuam oferecendo o risco de envenenamento.

A seguir, listamos alguns procedimentos em casos de acidentes:

Não amarre o braço ou a perna acidentada

O torniquete ou garrote dificulta a circulação do sangue e produz necrose ou gangrena. Desta forma, não impede que o veneno seja absorvido.

Não se deve cortar o local da picada

Alguns venenos podem provocar hemorragias e o corte aumentará a perda de sangue.

Não adianta chupar o local da picada

É impossível retirar o veneno do corpo, pois ele entra imediatamente na corrente sanguínea. A sucção pode piorar as condições do local atingido.

 

  • Não coloque folhas, querosene, pó de café, terra, fezes e outras substâncias no local da picada, pois elas não impedem que o veneno vá para o sangue. Ao contrário, podem provocar uma infecção, assim como os cortes.

 

  • Evite que o acidentado beba querosene, álcool e outras substâncias tóxicas que, além de não neutralizarem a ação do veneno, podem causar intoxicação.

 

  • Mantenha o acidentado deitado, em repouso, com a parte atingida em posição mais elevada evitando que ele ande ou corra. Retire anéis, pulseiras ou qualquer outro objeto que possa impedir a circulação do sangue.

 

  • Leve imediatamente o acidentado ao serviço de saúde mais próximo, para que ele receba soro e atendimento adequados.

 

  • O soro, quando indicado, deve ser aplicado o mais breve possível e em quantidade suficiente por profissional habilitado. Deve ser específico para cada espécie de serpente.

 

Adote estas medidas e procedimentos em suas atividades e o trabalho será mais seguro e produtivo!

 

Referências Bibliográficas:

NR-31 – Segurança e Saúde no Trabalho em Agricultura, Pecuária Silvicultura, Exploração Florestal e Aquicultura

Instituto Butantan –  Serpentes Venenosas do Brasil

Fundacentro – Prevenção de Acidentes com Animais Peçonhentos

Fonte da Imagem:

Arquivo

Gostou deste post? Então deixe um comentário, compartilhe com a gente e com os nossos demais leitores, a sua opinião e as suas ideias sobre o assunto!

Digite sua busca

Posts Recentes

CASE: Programa de Maturidade em Saúde e Segurança
Você sabe o que é NR 10? Entenda agora do que se trata!
Você conhece as principais doenças ocupacionais e suas causas? Veja ...
Você sabe o que é CAT e quando ele deve ser preenchido? Confira aqui...
Saiba o que é adicional de insalubridade e quem tem direito!

Siga-nos!

Posts Relacionados