Autorização Formal

Como capacitar seus funcionários para execução de atividades seguras

Por - 14 de junho de 2018

A capacitação profissional dos trabalhadores por meio de cursos e treinamentos de segurança é essencial não somente para atender às exigências trabalhistas, mas também para promover a cultura de segurança no ambiente de trabalho. Assim, o risco de acidentes diminui, as condições de serviço melhoram e a produtividade da empresa aumenta.

No entanto, é importante que essa capacitação profissional seja personalizada de modo que os funcionários possam adquirir o conhecimento adequado e colocá-lo em prática para a execução de atividades seguras.

Neste texto, apresentamos algumas opções de treinamentos de segurança para os trabalhadores de sua empresa. Veja a seguir!

Curso NR 10

O objetivo do curso NR 10 é preparar os funcionários para exercer atividades envolvendo eletricidade. Durante o treinamento, são abordados riscos elétricos, ações de prevenção, medidas de controle, primeiros socorros, proteção e combate a incêndios, entre outros.

Esse curso tem validade de dois anos. Portanto, é obrigatório renová-lo quando vencer e sempre que houver:

  • mudança de função ou de empresa;
  • retorno ao trabalho após afastamento ou inatividade por mais de três meses;
  • modificações relevantes nas instalações elétricas.

Curso NR 17

O treinamento NR 17 trata de atividades que exijam sobrecarga muscular, problemas de saúde relacionados à ergonomia — como Lesão de Esforço Repetitivo (LER) —, organização do trabalho e adaptação do ambiente laboral às características psicofisiológicas do trabalhador.

Curso NR 33

Esse curso é obrigatório tanto para os empregados autorizados a entrar em espaços confinados como para aqueles que vão vigiá-los ou supervisioná-los. Ele é dividido em dois treinamentos distintos — sendo ambos válidos por um ano:

Capacitação profissional para trabalhadores autorizados e vigias de espaços confinados

A carga horária mínima é de 16 horas e é ensinado sobre reconhecimento, avaliação e controle de riscos, funcionamento de equipamentos utilizados, resgate e primeiros socorros.

Capacitação profissional para supervisores de espaços confinados

Esse treinamento é mais específico — com carga horária de 40 horas —, em que o profissional aprenderá sobre a identificação de espaços confinados, como controlar os riscos, práticas seguras e operações de salvamento.

Curso NR 35

O curso NR 35 visa à capacitação profissional do trabalhador em atividades de altura — que são realizadas a pelo menos dois metros do nível inferior e com risco de queda. Ao fazer o curso, o funcionário aprende sobre os principais riscos, acidentes comuns de altura, procedimentos seguros de trabalho e condutas em emergências.

A estrutura desse programa é dada da seguinte forma:

  • treinamento inicial — realizado antes do início das atividades em altura;
  • treinamento periódico — feito a cada dois anos;
  • treinamento eventual — deve ser realizado sempre que houver mudança de condições de trabalho ou de empresa e retorno ao trabalho após afastamento por mais de três meses.

Investir na capacitação profissional dos funcionários é dar a devida importância à saúde e às condições de trabalho deles. Os treinamentos de segurança do trabalho devem ser específicos para a área de atuação do empregado e é necessário contratar uma empresa especializada para ministrá-los com qualidade.

Gostou de conhecer algumas formas de capacitação profissional? Entre em contato conosco para conhecer mais sobre o nosso trabalho!

Gostou deste post? Então deixe um comentário, compartilhe com a gente e com os nossos demais leitores, a sua opinião e as suas ideias sobre o assunto!