CIPA

Descubra o que é CIPA e como ela funciona!

Por - 17 de setembro de 2018

A segurança ocupacional e os cuidados para mantê-la são fundamentais para tornar sua empresa um ambiente adequado aos colaboradores e em dia com as obrigações do Ministério do Trabalho. A CIPA tem por objetivo auxiliar o estabelecimento a cumprir essa tarefa.

Quer saber como a CIPA funciona no dia a dia da organização e o que é necessário para criá-la? Leia nosso artigo, preparamos um conteúdo para lhe orientar acerca desse assunto tão importante!

O que é CIPA?

A CIPA — ou Comissão Interna de Prevenção de Acidentes — é formada por funcionários representantes eleitos com o intuito de promover condições de trabalho seguras para todos que desempenham tarefas diretas e indiretas na empresa. O esforço do grupo é destinado a evitar acidentes de trabalho, a fim de gerar saúde para os trabalhadores.

A CIPA é fundamentada e descrita pela NR 5, na Portaria nº 3.214, de 08 de junho de 1978, e ganhou atualizações da Portaria SIT n.º 247, de 12 de julho de 2011. Conhecer essa regulamentação é fundamental para promover condições adequadas de segurança laboral em sua empresa.

Como funciona a CIPA?

A CIPA deve cumprir com os objetivos previstos na NR 5. Para que isso seja possível, alguns processos são executados pela equipe. Em suma, o grupo deve identificar riscos, elaborar um mapa com eles, montar um plano de ação para contenção de perigo, definir metas e análises, verificar periodicamente o ambiente em busca de falhas de segurança, colaborar com a criação do PCMSO, etc.

Desse modo, o time designado é treinado e a partir dos conhecimentos adquiridos e desenvolve um trabalho dedicado a melhorar o ambiente na empresa. A ideia é que o local mantenha a integridade dos trabalhadores.

Quais empresas devem ter CIPA?

De acordo com a NR 5, em conjunto com as regras estipuladas pelo Ministério do Trabalho, o dimensionamento e a aplicabilidade de uma CIPA são definidos de acordo com o grupo e o número de colaboradores.

Para verificar essa informação, veja na tabela em qual grupo sua empresa está inserida. Depois, cheque dentro desse grupo informações sobre a partir de quantos funcionários a CIPA deve ser estabelecida e qual a quantidade de membros.

Como montar uma CIPA?

A quantidade de membros que deve participar da CIPA é determinada pela NR 5. Sobre a escolha, 50% dos membros devem ser eleitos pelos funcionários e o restante é definido pelo empregador. Após a votação, deve haver a designação de quem cumprirá cada função dentro da Comissão.

 A partir daí, a empresa precisa fornecer o treinamento adequado aos colaboradores para que eles sejam capacitados a fim de cumprirem corretamente com suas funções dentro da CIPA. Para essa etapa, existem diversos cursos disponíveis que cumprem com todo o conteúdo programático de treinamento exigidos pela norma. Utilizando-se dessa ferramenta, torna-se mais simples implantar adequadamente a Comissão na empresa.

A CIPA é uma ferramenta importante para impulsionar a saúde laboral no ambiente de trabalho. Ao investir na segurança do trabalhador montando um time bem preparado, é possível promover mudanças significativas em seu negócio, tanto no que se refere à saúde dos colaboradores, quanto à manutenção da regularidade da instituição perante os órgãos pertinentes.

Gostaria de disseminar essas informações entre seus amigos? Compartilhe então esse post em suas redes sociais!

Gostou deste post? Então deixe um comentário, compartilhe com a gente e com os nossos demais leitores, a sua opinião e as suas ideias sobre o assunto!